6 erros para jamais cometer na cobrança corporativa

6 erros para jamais cometer na cobrança corporativa

Alguns erros que parecem simples podem atrapalhar a cobrança corporativa e gerar grandes prejuízos. Acompanhe este artigo e descubra quais são e como evita-los!

Você sabe quais são os erros que não devem ser cometidos na cobrança corporativa? Ao contrário do que alguns pensam, cobrar não é uma tarefa simples e exige muito planejamento e estratégia para alcançar o seu objetivo: recuperar a dívida e o cliente!

Acontece que, por falta de experiência ou conhecimento, muitas empresas erram na hora de abordar e negociar com os devedores e, por isso, enfrentam ainda mais problemas.

Isso não precisa acontecer em seu negócio! Aliás, para ajudá-lo a fazer uma cobrança eficiente e realmente produtiva, selecionamos as 6 maiores falhas que precisam ser evitadas. Continue a leitura e saiba mais sobre elas!

Os impactos da cobrança corporativa

A cobrança corporativa é um procedimento essencial para as empresas e visa recuperar as dívidas não honradas pelos clientes.

Diante de um alto índice de inadimplência, o credor deve agir de maneira rápida e estratégica, colocando em prática ações de cobranças extrajudiciais e judiciais (quando necessário). Então, se isso não for feito, há o risco de não receber o dinheiro, perder o cliente e ficar com o prejuízo.

Sendo assim, podemos dizer que a cobrança empresarial gera impactos expressivos no cotidiano do negócio, entre eles:

  • Melhoria do relacionamento com o cliente;
  • Reequilíbrio do fluxo de caixa da empresa;
  • Melhoria da competitividade do negócio;
  • Maiores condições de operar com eficiência e qualidade.

A difícil missão de cobrar um cliente inadimplente

Em teoria, ninguém —nem mesmo as empresas— gosta de ter que cobrar um cliente. Em um cenário ideal, esse processo jamais deveria existir. Porém, na vida real, é preciso aprender a lidar com essa situação.

Cobrar não é mesmo fácil, mas precisa ser feito. Mais do que isso, o procedimento deve ser iniciado no tempo certo e dentro dos limites estabelecidos em lei.

Por esse motivo dissemos que a cobrança é uma das missões mais difíceis enfrentadas no cotidiano corporativo. Ela exige paciência, persistência, empatia, ações de tecnologia e muita técnica. Somente assim um negócio consegue superar o problema do endividamento e crescer.

Cobrança em tempos de crise

Em tempos de crise esse trabalho se faz ainda mais importante. Afinal, muito mais que cobrar ou prevenir a inadimplência, esse serviço servirá para estreitar o relacionamento com o cliente.

Além disso, uma empresa especializada em cobrança corporativa saberá contará com uma régua de relacionamento certa e a maneira ideal de lidar com os clientes em momentos delicados.

Uma cobrança realizada de forma equivocada durante a crise, sem compreender a fragilidade do momento, pode resultar na perda do cliente, em vez da resolução do problema.

Conheça outros erros que podem prejudicar esse processo.

6 grandes erros na cobrança corporativa

Não há dúvidas de que a negociação de débitos é um momento delicado no dia a dia de uma empresa. Afinal, quando o cliente deixa de pagar, além da diminuição da receita e dos lucros, a relação de confiança construída fica abalada.

Diante disso, é preciso redobrar as atenções e evitar cometer os grandes erros na cobrança corporativa, como listamos a seguir:

1.     Não dar a devida atenção ao processo de cobrança

A cobrança tem um papel estratégico no desenvolvimento de um negócio. No entanto, muitos gestores ainda não dão a devida atenção a isso, colocando-a em segundo plano.

Nesse sentido, é necessário destacar que as estratégias de cobrança devem ser avaliadas com mais atenção e executadas por profissionais especializados e com metodologias bem definidas.

2.     Não segmentar os clientes devedores

Não saber de quem você está cobrando é um grande erro. A falta de segmentação dos clientes prejudica todo o processo e torna a definição da melhor estratégia de abordagem e negociação muito mais complexa.

Sendo assim, para evitar desperdício de tempo e dinheiro, é importante que os devedores sejam categorizados. Há vários critérios possíveis, como valor da dívida, tempo de atraso e tentativas de negociações anteriores.

Uma segmentação feita corretamente ajudará a escolher o melhor canal de cobrança, o tipo de abordagem e as condições de parcelamento que podem ser oferecidas ao devedor.

3.     Não automatizar processos

Sua empresa ainda não tem um sistema de cobrança automatizado? Esse é um dos grandes erros que se pode cometer e que, sem dúvidas, prejudica os resultados.

A tecnologia é uma grande aliada no momento da cobrança, pois torna tudo mais automatizado, simples e produtivo.

Em geral, com a aquisição de uma solução completa de cobrança, as diversas etapas do processo deixam de ser exclusivamente manuais e se tornam ainda mais eficientes, rápidas e seguras.

4.     Não oferecer boas soluções de negociação

Outra falha muito recorrente e igualmente prejudicial para o sucesso da cobrança é a falta de boas soluções de negociação. Isso porque, ao negociar uma dívida, é preciso oferecer ao cliente opções viáveis e interessantes.

Muitos negócios não estudam a situação e entregam ao devedor condições que estão fora da sua realidade financeira no momento. Dessa forma, provavelmente elas não serão cumpridas.

Para superar esse desafio, tenha sempre em mente que a melhor oferta é a que traz benefícios para as duas partes. Em outras palavras, o melhor caminho é o da conciliação de interesses.

5.     Não disponibilizar bons canais de atendimento

Em quinto lugar na lista de grandes erros na cobrança corporativa está a falta de bons canais de atendimento ao cliente, uma falha que pode ser fatal para os seus resultados.

Pense bem: para que a empresa consiga negociar o débito com os devedores e receber o dinheiro o quanto antes, é preciso se mostrar acessível, independentemente do lugar e da hora.

Por essa razão, ter um canal que pode ser utilizado com rapidez e facilidade todos os dias da semana e em qualquer lugar faz toda a diferença. Assim, se sua empresa ainda não se preocupa com esse fator, é hora de repensar suas prioridades.

6.     Não treinar a equipe de cobrança

Por fim, mas igualmente importante, precisamos lembrar que a falta de treinamento da equipe que realiza a cobrança é um dos erros mais clássicos cometidos dentro da cobrança corporativa.

Colocar um profissional com pouco conhecimento nessa função pode prejudicar todo o processo e eliminar qualquer chance de negociação. Por isso, não cometa esse mesmo deslize e conte com o apoio de quem entende e domina as melhores técnicas de cobrança.

Sempre há tempo para reverter a situação e conquistar melhores resultados. Cobrar não é fácil, mas não é impossível. Portanto, use o que aprendeu a favor de seus resultados!

Você sabe o que faz uma empresa de cobrança? Clique aqui e saiba mais sobre o trabalho desempenhado por esse parceiro de negócio!

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta