5 ações para melhorar o fluxo de caixa da sua empresa em 2020

5 ações para melhorar o fluxo de caixa da sua empresa em 2020

Uma das características mais marcantes de empresas de sucesso é a correta gestão do fluxo de caixa. Seja qual for o porte ou o segmento de atuação de seu negócio, não há como crescer e conquistar uma boa saúde financeira sem esse cuidado.

Com a chegada de um novo ano, é comum que você esteja otimista e tenha novos planos e expectativas. Porém, 2020 só trará bons frutos se a sua empresa aprender a melhorar o fluxo de caixa.

Pensando nisso, selecionamos 5 dicas valiosas que trarão resultados visíveis e importantes. Acompanhe!

Fluxo de caixa: entenda o conceito

Dentro do contexto empresarial, o fluxo de caixa pode ser definido como o movimento de entrada e saída de dinheiro do seu caixa. Em outras palavras, aquilo que a sua empresa gasta e recebe.

Esse é um conceito básico para o bom funcionamento de qualquer negócio, e seu controle deve estar entre as prioridades dos gestores. Afinal, sem visibilidade sobre receitas e despesas, o risco de inadimplência é muito maior.

Vale destacar que, além de acompanhar toda a movimentação em tempo real, o empresário deve ter a capacidade de projetar as transações futuras que impactará em seu fluxo de caixa. Com isso, ele pode planejar ações e investimentos com base nessas informações.

Ações para melhorar o fluxo de caixa em 2020

Para conquistar um negócio próspero e rentável em 2020, é preciso se dedicar a uma melhor gestão financeira e controle do fluxo de caixa.

Se esforçar para conseguir uma movimentação positiva nos caixas da empresa, com mais receitas do que despesas, é um objetivo possível de ser alcançado. Entenda 5 ações essenciais neste processo:

1.      Faça um controle diário das entradas e saídas

Um dos hábitos que mais contribuem para o descontrole nas finanças empresariais é a falta de monitoramento do fluxo de caixa. Em muitos casos, o problema só é percebido quando já está grande demais e difícil de ser revertido.

Comece a adotar a estratégia de controle diário do fluxo de caixa. Esse acompanhamento permanente previne surpresas desagradáveis e pode ajudá-lo a planejar ações de cobertura de crédito nos casos de não pagamentos.

2.      Não deixe de registrar nenhuma informação

A gestão financeira de uma empresa é realmente complexa e repleta de responsabilidades e técnicas, mas não há como ignorar sua importância.

Uma das maiores dicas que podemos dar é a organização da movimentação de seu caixa. Isso significa que todas as despesas e receitas precisam ser registradas. Deixar algo de fora é o mesmo que atuar com um cenário que não existe.

Uma boa saída é a implementação de um software de gestão. Ao automatizar o gerenciamento financeiro, a tarefa de manter tudo organizado e transparente se torna mais simples. Dessa forma, você terá em mãos sempre informações reais e atualizadas.

3.      Desenvolva um relacionamento saudável com clientes e fornecedores

A inadimplência empresarial é uma realidade do mercado brasileiro, e os empresários precisam aproveitar a chegada de um novo ano para intensificar suas ações de enfrentamento ao problema.

É importante estabelecer uma relação de parceria com seus clientes e fornecedores. Quando todos aprendem a atuar em conjunto, investindo em ajuda mútua, a cadeia produtiva se torna mais saudável e o endividamento deixa de ser um problema.

Em 2020, aproxime-se mais das empresas com as quais você faz negócio. Lembre-se de que o seu crescimento e, consequentemente, a saúde do seu fluxo de caixa, depende do sucesso e desenvolvimento de todos eles.

4.      Faça uma análise de crédito eficiente

A análise de crédito é uma ação que precisa fazer parte da rotina de qualquer negócio. Afinal, a venda é apenas uma etapa de um processo que se encerra quando o cliente faz o pagamento dentro do prazo combinado.

Se você vende bem, mas não recebe o dinheiro, terá um fluxo de caixa negativo. Por esse motivo, é fundamental avaliar com atenção a capacidade de o cliente arcar com o compromisso assumido.

5.      Não demore a cobrar os inadimplentes

Por fim, mas não menos importante, precisamos falar sobre a cobrança de inadimplentes. Por mais complexa que seja a situação, é preciso agir com profissionalismo e eficiência em prol da sua saúde financeira.

Nesse sentido, a dica é investir na recuperação de crédito. Não demore para começar o processo de cobrança e estabeleça o contato o mais cedo possível. Quando isso é feito, as chances de conseguir uma boa negociação são maiores.

Além disso, é interessante contratar uma empresa especializada em cobrança. Por ter experiência e as ferramentas adequadas, esse parceiro cuidará do problema e o ajudará a recuperar o equilíbrio de seu fluxo de caixa e evitar desgastes com o seu cliente.

É importante entender que esse cliente muitas vezes está inadimplente, e não é inadimplente.

Ainda que 2019 tenha sido um ano difícil em sua empresa, é hora de pensar no futuro e começar a implementar ações que devolverão a sua boa rentabilidade. Para isso, não deixe de colocar em prática tudo o que aprendeu!

Está pensando em contratar uma assessoria de cobrança? Veja aqui como escolher a parceira ideal para sua empresa!

Este post tem 4 comentários

  1. Pjones

    Olá, estou passando para dar uma olhada. Parabéns pelo
    site. Vou recomendar para interessados nesse nicho de
    mercado. Voltarei outras vezes. Até logo!

Deixe uma resposta