União e Unidade: o conceito que guia a cobrança internacional

União e Unidade: o conceito que guia a cobrança internacional

Por Jefferson Frauches Viana

O processo internacional de cobrança de dívidas permeia profundamente com o conceito unitas et unitatis, ou União e Unidade, na tradução.

Cobrar dívidas pendentes em outros países está longe de ser uma tarefa fácil. Em meio a tantas peculiaridades de cada público e país o desafio é grande na hora de encontrar as qualificações necessárias para ter sucesso na jornada de cobrança.

Existem muitas empresas de cobrança de dívidas em todo o mundo, com diferentes níveis de conhecimento e tamanhos. Muitas vezes, isso dá a impressão de que é mais fácil escolher um parceiro local, em vez de escolher uma empresa com presença global e que funciona aplicando o conceito fundamental unitas et unitatis .

Escolher um parceiro que possua as ferramentas, a equipe profissional e a experiência em cobrança internacional é uma decisão que certamente fará a diferença entre cobrar a dívida e transformar esse débito pendente em um problema ainda maior.

Quando iniciamos o processo de cobrança de uma dívida em um país diferente para um cliente, os desafios vêm à tona. O processo passa pelo conhecimento do setor, avaliação das características dos títulos e, sobretudo, o peso que esses títulos e recebíveis têm no país do devedor.

Os credores estão mais do que nunca procurando empresas especializadas na cobrança de dívidas internacionais, já que fazer a gestão completa no país do credor é o que de fato confere a segurança e credibilidade necessárias para uma cobrança bem-sucedida.

Gerenciar o idioma, as leis, os hábitos, os fusos horários e os relatórios no momento da tomada de decisões são necessários pelo conceito unitas et unitatis. Para melhor explicar esse assunto, eu diria que a união entre países e acionistas com perfis e interesses compatíveis, e a unidade na ação de cobrança individual em cada país, é a fórmula para contribuir com credores que necessitam desses serviços.

A demanda de cobrança internacional cresce no ritmo dos negócios globais, uma vez que a carga de dívidas internacionais é proporcional aos negócios realizados entre diferentes empresas e países. Vale ressaltar que os credores com uma estrutura menor enfrentam problemas maiores.

Um grande benefício que advém do uso de uma empresa especializada em cobrança internacional é o conceito operacional direcionado à unitas et unitatis, unificando o conhecimento, as regras e a unidade na vanguarda, perante o devedor.

As diferenças nas abordagens representam uma oportunidade para cobrar a dívida; no entanto, se for conduzido de maneira errada e sem o conhecimento adequado, poderá dar origem a ações que exigem indenizações enormes e sem precedentes.

A gestão e o acompanhamento pelo credor também devem ser levados em consideração, pois os prazos para ações coordenadas e sequenciais são decisivos para o sucesso ou não de uma operação. A troca de informações entre o credor e o mercado comercial local também é importante para o melhor aproveitamento das oportunidades de negociação das dívidas.

Diante de um mundo cada vez mais dinâmico, com negócios mais latentes e frequentes, esse assunto está se tornando mais importante no cenário internacional.

Meu conselho para as empresas e empreendedores que precisam desses serviços é: procurem parceiros com cobertura global, ampla experiência em cobrança de dívidas internacionais e que apliquem em seus esforços o modelo de negócios sem sucesso e sem taxa. Afinal, se negócios e dinheiro não têm fronteiras, seu parceiro também não deve ter.

Deixe uma resposta