Como montar uma empresa importadora e exportadora

Como montar uma empresa importadora e exportadora

Quer se tornar uma importadora e exportadora de sucesso? Neste post reunimos dicas que podem tornar essa jornada mais rápida e simples. Confira agora mesmo!

Um empresário consciente sabe que sorte nada mais é que estar preparado quando a oportunidade surge. No comércio internacional é assim: ser uma importadora e exportadora de sucesso é consequência de planejamento e boas práticas.

O processo de globalização está fazendo com que as barreiras físicas sejam cada dia menores. Aliás, podemos dizer que o mercado já é global. Quem nunca comprou um produto produzido no exterior, não é mesmo?

Essa dinâmica abre espaço para as empresas importadoras e exportadoras. Se o seu negócio deseja se tornar uma delas, este artigo foi preparado para você!

O que é uma empresa importadora e exportadora?

De maneira simples e resumida, uma empresa importadora e exportadora é a responsável por intermediar relações internacionais, oferecendo produtos nacionais ao mercado internacional ou produtos importados ao mercado nacional.

Em outras palavras, estamos diante de negócios focados no comércio exterior. Para isso, eles estruturam boas relações comerciais, principalmente no segmento business-to-business (B2B), ou seja, compram e vendem para outras empresas. 

Sem dúvidas, esse tipo de negócio exerce um papel importante para o mercado atual e, principalmente, para o consumidor moderno. Sem eles, milhares de produtos deixariam de circular em todo o mundo.

Como se tornar uma importadora e exportadora de sucesso?

Decidiu começar um negócio de importação e exportação comercial? Nesse caso, você precisa se preparar e tomar certos cuidados.

Em geral, é preciso ter em mente que o papel de sua empresa será facilitar o trânsito de mercadorias — seja para fora do Brasil, seja para dentro do país. Confira, a seguir, dicas que o ajudarão a conquistar bons resultados!

Tenha um plano de negócios

O maior desejo do dono de uma empresa importadora e exportadora é ser contratado por vários negócios, certo? Acontece que isso exige um bom planejamento, mais especificamente um plano de negócios.

Trata-se de um documento escrito que contém todas as informações e diretrizes necessárias para o funcionamento de uma empresa. Ou seja, um verdadeiro mapa que o conduzirá ao sucesso no mundo dos negócios.

Sem ele, você pode ficar perdido e ter dificuldades para mensurar seus resultados. Portanto, criar o plano de negócios deve ser uma de suas primeiras providências e te ajudará e reduzir os riscos e evitar erros que podem comprometer seus resultados.

Lembrando que ele deve conter informações e dados sobre as áreas mais relevantes para a empresa, como:

  • Financeiro;
  • Operacional;
  • Estratégia de mercado;
  • Marketing e vendas;
  • Fornecedores.

Conheça o perfil dos seus clientes

Uma empresa de importação e exportação mantém relações com outras empresas. Seus clientes são, portanto, negócios que importam produtos para vender no Brasil ou que estão exportando suas mercadorias para o exterior.

Essa é uma característica essencial e que deve ser considerada em suas estratégias. Isso porque o perfil do cliente influencia diretamente na abordagem, negociação e até nos prazos das entregas.

Imagine que uma fábrica de calçados femininos tenha contratado seu negócio para intermediar a relação com empresas no Canadá. É importante que você conheça melhor esse nicho de mercado, as necessidades da empresa, seus desafios e, claro, o tipo de cliente que ela procura.

Entenda os mercados em que atuará

Assim como as pessoas, os mercados são diferentes. Como estamos falando de importações e exportações, é preciso ter em mente que cada país tem suas regras, cultura, clima, preferências e demandas.

Quer um exemplo? Uma empresa que vende açaí no Brasil pode não ter a mesma aceitação e facilidade para crescer na China.

Não estamos dizendo que essa negociação não possa ser realizada, mas é preciso ter cautela e estudar a melhor estratégia. Com isso, mandar um grande carregamento de açaí de uma só vez pode gerar prejuízos e prejudicar o desempenho da empresa.

Conheça as leis, regras e tratados internacionais

Toda relação comercial é regida por leis e regras. Por esse motivo, para não enfrentar problemas no comércio exterior, sua empresa precisará se informar e dominar o regramento em vigor nos países envolvidos na transação.

Vale a pena destacar que inúmeras situações podem ser diferentes, desde detalhes sobre a embalagem a regras logísticas, como o uso de determinado tipo de transporte, e a necessidade de modificação no nome do produto.

Um exemplo interessante é o caso de proibição de comercialização de medicamentos. Na Rússia, alguns remédios de uso contínuo e permitidos no Brasil, como a Ritalina e a Sibutramina, são proibidos. Isso significa que eles não poderão ser exportados para lá.

Conte com o apoio de parceiros internacionais

Além de todos os cuidados para se tornar uma empresa importadora e exportadora, vale a pena contar com parceiros que já conheçam as culturas e regras internacionais, facilitando assim as operações em cada país.

Um exemplo disso é o trabalho de cobrança internacional. Afinal, você precisa estar preparado para lidar com a inadimplência de seus clientes.

Cobrar, por si só, não é uma tarefa fácil, ainda mais quando se trata de um país com hábitos, horários e leis diferentes.

A boa notícia é que existem empresas especializadas nesse tipo de serviço. Com todo o conhecimento e estrutura necessários, elas executam negociações de acordo com as leis e tratados internacionais.

Dessa maneira, sua empresa não precisa se preocupar com a cobrança. A terceirização desse serviço permite que você se dedique à sua atividade principal: crescimento em importação e exportação.

Após acompanhar essas dicas, ficou claro que montar uma empresa importadora e exportadora não é uma missão impossível, não é mesmo? Ainda assim, é fundamental se preparar e contar com apoio especializado nessa jornada. São decisões inteligentes e estratégicas que te levarão ao sucesso.

Não sabe como recuperar créditos internacionais? Descubra por que a Way Back é a melhor parceira para sua empresa!

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta