5 ações para realizar com a retomada do mercado internacional

5 ações para realizar com a retomada do mercado internacional

A crise causada pelo coronavírus enfraqueceu não somente a economia do Brasil, mas de todo o mundo. A partir disso, muitos prejuízos e dificuldades foram gerados para empresas de todos os portes.

O fato é que aqueles que possuem negócios fora, aos poucos já começam a enxergar a retomada do mercado internacional e, consequentemente, a recuperação interna.

Entretanto, com toda essa situação, as empresas precisam buscar alternativas para retomada econômica e reduzir o impacto dessa crise. Descobrir como fazer isso é, atualmente, um dos principais desafios.

O otimismo sobre o mercado internacional

A OMC (Organização Mundial do Comércio) apresenta previsões de que o crescimento do comércio brasileiro será menor do que o crescimento do mercado internacional. Porém, parceiros como China, EUA e Europa, continuam interessados nos produtos brasileiros.

Esse é um momento bastante delicado para a maioria das empresas, mas é importante entender como essa retomada do mercado internacional está acontecendo.

A partir disso, é possível criar estratégias a curto e médio prazo para recuperar os negócios no exterior.

Veja as 5 ações para aplicar nesse momento nos negócios internacionais:

Essas ações podem ajudar a sua empresa a lidar com a retomada do mercado internacional de uma forma benéfica. Acompanhe.

1.    Reavaliar a régua de relacionamento

A régua de relacionamento nada mais é que uma estratégia que trata da comunicação da sua empresa com o cliente, desde os primeiros contatos, até a retenção ou recuperação.

Dentro da régua de relacionamento devemos lembrar também a régua de cobrança. A régua de cobrança é essencial para ajudar a prevenir, reduzir ou até mesmo recuperar clientes inadimplentes. Nesse período onde muitas empresas passaram a ser devedoras, implementar essa estratégia é fundamental.

2.    Renegociar dívidas

Ainda que seja a curtos passos, o mercado internacional vem caminhado para sinais de melhora. Por isso, esse também é o momento de aproveitar para renegociar as dívidas.

Nesse momento é preciso avaliar todo o cenário de cada país e como a crise o afetou. Dessa forma, será possível definir possibilidades de pagamento para que aquele cliente que hoje é inadimplente, possa retornar ao seu ciclo de compras.

Mas é claro que em relação à recuperação de crédito internacional, há algumas alguns cuidados que devem ser tomados para que a negociação seja efetiva. Veja uma dica no tópico seguinte.

3.    Buscar equipes locais

Se sua empresa atende fora do país, mas faz a cobrança e as mediações com a mesma estratégia do Brasil, aí pode estar o erro!

Cada país tem língua, a sua cultura, seus hábitos, suas preferências e muitas outras peculiaridades que podem influenciar nas negociações.

Por isso, contar com equipes locais de cobrança é essencial para realizar um trabalho onde os clientes se sintam confortáveis. A partir disso, seu negócio conseguirá ver os resultados melhorarem após a implantação de uma ação simples, mas importante.

4.    Reconquistar clientes

Esse também pode ser o momento ideal para analisar e colocar em prática estratégias de reconquista. Mas, tanto nessa quanto na parte de cobrança, é muito importante contar com uma equipe bem treinada para essas ações.

A forma de abordagem do cliente, em seu momento e com a empatia necessária podem fazer toda a diferença na hora de fazer esse cliente voltar. Além disso, vale a pena oferecer também condições atraentes para novas compras e pagamentos, para que ele volte a fazer negócio e se fidelize.

5.    Apostar em uma consultoria internacional

Depois de uma crise, os processos em geral de uma empresa precisam ser revisitados. Afinal, começa um novo desafio: o de recuperar caixa e crescer mesmo com as dificuldades.

Por isso, em momentos como esse, contar com quem entenda e possa orientar sobre as novas possibilidades é muito importante.

Apostar em uma consultoria internacional pode ajudar a entender a analisar os processos financeiros de exportação em todas as fases da sua régua de cobrança. Isso ajudará desde as ações preventivas e resolutivas, até a gestão interna.

Hora da retomada!

Todas as dicas que citamos, junto a um plano estratégico são importantes para que sua empresa consiga acompanhar a retomada do mercado internacional.

Mas, contar com quem entende as necessidades do seu negócio e pode trilhar esse caminho com você, também é uma excelente alternativa.

Por isso, se a sua empresa atende fora do Brasil e quer aplicar ações assertivas para essa retomada do mercado, fale com a equipe internacional da Way Back e saiba mais!

Deixe uma resposta